You are currently browsing the category archive for the ‘Linux’ category.

amsn 

     Após alguns meses de recesso estamos de volta! Nos últimos dias estive “apanhando” pra fazer o emesene funcionar através de proxy (não, eu não quero usar o pidgin, quero um cliente só pra MSN mesmo). Após algumas tentativas frustradas com a versão “normal” que vinha via apt-get apelei para o site/fórum do VOL. Lá recebi ajuda e encontrei um tutorial para a instalação da última versão “stable” do aMSN. Segue abaixo os procedimentos.

     Edit seu sources.list (sudo gedit /etc/apt/sources.list) e acrescente estas 2 linhas:

Jaunty:

deb http://ppa.launchpad.net/amsn-daily/ppa/ubuntu jaunty main
deb-src http://ppa.launchpad.net/amsn-daily/ppa/ubuntu jaunty main

Intrepid:


deb http://ppa.launchpad.net/amsn-daily/ppa/ubuntu intrepid main
deb-src http://ppa.launchpad.net/amsn-daily/ppa/ubuntu intrepid main

     Ainda no terminal é hora de validar os pacotes.

sudo apt-key adv --recv-keys --keyserver keyserver.ubuntu.com 07af2e69547ac004b7bcb5971c1e55a728cbc482

    Agora é barbadinha, só dar fazer um update nos pacotes e instalar via apt-get:

sudo apt-get update
sudo apt-get install amsn amsn-extra-plugins amsn-extra-skins

    OBS: “amsn-extra-plugins” e “amsn-extras-skins” são pacotes que como o próprio nome já diz adicionam mais plugins e skins para o aMSN. Está incluído o pacote de voz, como mandar clip de voz, e tem o botão iniciar uma ligação.

Thats  All Folks! Cya!

image

Senhoras e senhores, permitam-me apresentar o *Karmic Koala*, mais novo membro do nosso aliterativo zoológico.

Quando você pensa na versão “congelada” do Jaunty talvez venha à cabeça um Koala, nosso mascote oficial do Ubuntu 9.10. Agora você verá o que esperamos terminar a tempo para o lançamento dessa versão.

Continue lendo o resto desta postagem…

Servidor

Um bom Koala sabe achar boas árvores na floresta, mesmo quando sua cabeça está nas nuvens. O Ubuntu planeja manter em uma solução gratuita para a computação nas nuvens usando a API do Amazon EC2, permitindo qualquer um “ficar nas nuvens” usando somente ferramentas open source. Nós atualmente estamos trabalhando na versão beta da AMI do Ubuntu para uso no Amazon EC2.

Durante o ciclo Karmic, queremos um jeito fácil para implantar aplicações nas nuvens, com um pronto-para-rodar ou rapidamente construir uma imagem customizada. O Ubuntu-vmbuilder permite criar com facilidade uma AMI custumizada, mas um portifólio com imagens de perfis padrões tornará fácil a colaboração entre pessoas fazendo coisas parecidas. Você não estaria interessado em fazer da selva Amazon mais fácil de navegar como, digamos, o APT?

O que você precisa para fazer sua nuvem EC2 por conta própria? De todas as árvores da floresta, a favorita do Koala é o Eucalipto. O projeto Eucalipto, da UCSB, te permite criar uma nuvem tipo EC2 central com os seus próprios arquivos e hardware. Não por coincidencia que justo o Eucalipto foi carregado para o universo e será parte do Jaunty – durante o ciclo Karmic esperamos fazer as nuvens dançar, com um crescimento ou encolhimento de alocações de recursos dinamicamente dependendo da sua necessidade. Um Koala inteligente sabe que o melhor jeito de conservar energia é ir dormir, e nesses dias sabe quando acordar e voltar a dormir. Então imagine se nós conseguisemos tornar possível a criação de uma nuvem de computação facilmente que sua energia se reduzir-se-ia a praticamente zero, e voltando ao normal quando o processo fosse mais pesado. Sem precisar beber da fonte de energia quando não for preciso. Se você concorda conoso, nosso Koala irá te ajudar muito mais.

Se isso te parece bastante vago demais para você, então sinto te dizer que isso é só a ponta da computação nas nuvens do futuro. Te convido para se juntar à equipe do servidor no UDS em Barcelona, onde definiremos exatamente as características que serão lançadas em Outubro.

Desktop

A primeira impressão conta. Nós estamos seguindo a risca o desenvolvimento do kernel mode-setting, onde prometemos uma inicialização rápida e direta.

Consideramos opções como o Plymounth da Red Hat, para um boot gráfico em todas as placas que o suportam. Nós fizemos um splash a alguns anos com o Usplash, mas está na hora de criar algo novo e mais chamativo. A notícia boa é que o boot será bonito. A má notícia é que não demorará para apreciá-lo! Demorará somente 35 dias para fazer todo o do Koala e esperamos ter o seu novo estilo o mais rápido possível. A meta do Janty em um netbook é 25 segundos, então vamos ver o quão mais rápido conseguimos no desktop Koala. Ainda queremos proporcionar uma nova experiência no login que complementará o boot gráfico, e que satisfaça tanto pequenos grupos quanto instalações em grandes empresas.

Para aqueles interessados num Mini Me, ou já tem um Dell Mini, o Ubuntu Netbook Edition será atualizado ainda com as últimas tecnologias do Moblin, e turbinar para funcionar melhor em suas telas será nosso desafio. Com milhões de netbooks com Linux pelo mundo a fora, estamos estudando e adaptando sua usabilidade para fazer o Koala mais simples do que nunca. Ainda queremos deixar a instalação do Netbook Remix mais simples e que trabalhe perfeitamente no hardware mais novo, então considere isto um convite para testar o Ubuntu 9.04 se você é dono de um equipamento desse tipo.

A versão Desktop passou por todo um redesign – nós estamos começando com uma mudança drástica para o novo visual do Ubuntu. Marrom tem servido bem, mas para o Koala temos considerado outras opções. Venha para a UDS para ter uma prévia da nova aparência.

UDS em Barcelona, de 25 a 29 de maio

Como sempre, o Ubuntu Developer Summit será recheado de novas idéias, inovações, visitantes e gurus. Será uma área com discussões de altíssimo nível entre desenvolvedores e um ótimo lugar para descansar seus dedos em Maio. Onde a comunidade Ubuntu, os engenheiros da Canonical e parceiros se reunirão para discutir, debater e fazer o brainstorm do Karmic Koala. O evento social é uma estratégia de cada ciclo de lançamento. Jono Bason, o Ubuntu Community Manager tem mais detalhes em http://www.jonobacon.org/2009/02/19/announcing-the-karmic-koala-ubuntu-developer-summit/, incluindo patrocínios, para ajudar os membros da comunidade.

Mais detalhes do Ubuntu Developer Summit podem ser encontradas em http://wiki.ubuntu.com/UDS.

Um Koala recém-nascido demora em torno de seis meses no berço da família até encarar a selva sozinho. Encaixa perfeitamente com o plano de lançamentos do Ubuntu! Espero muitos de vocês em Barcelona, mas antes disso, na festa de lançamento do Jaunty. Até lá e, saúde.

Texto original: https://lists.ubuntu.com/archives/ubuntu-devel-announce/2009-February/000536.html

Não querendo puxar a brasa pra Linux nem pra Ubuntu (afinal meu OS preferido no momento é o Windows 7), mas conversando com um pessoal, descobri que a maioria só conhece o Yellow Dog Linux pra PlayStation 3, que muita gente acha ruim pacas.

Acontece que existem muitas outras distros de Linux pra PS3, e como nosso favorito é o Ubuntu, resolvi publicar pra comunicar a existência do PSUbuntu.

PSUbuntu é uma distro do nosso querido Ubuntu, o “Linux for human beings”, ou seja, mais amigável e simples para usuários novos na área de Linux, para PlayStation 3. A instalação dele é simples, e o funcionamento também.

Quem tiver interesse basta acessar o site da distro, http://www.psubuntu.com .

Abração!

Bom galera, pra quem tá usando o novo Ubuntu como “main system” os apetrechos abaixo são indispensáveis (ou não).

sudo wget http://www.medibuntu.org/sources.list.d/intrepid.list --output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list

sudo apt-get update && sudo apt-get install medibuntu-keyring && sudo apt-get update

sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras vlc mplayer w32codecs miro hpodder skype recordmydesktop ardour audacity ffmpeg ssh gnome-do wine dosbox dosemu spectemu-x11

A primeira linha de código adiciona um novo repositório, o “medibuntu”. Na linha seguinte é feito um update de sources e na linha subsequente o download/instalação de aplicativos e codecs.

Aplicativos:

VLC Media Player: é um tocador multimídia de código aberto e poderoso. Ele pode ler diversos formatos de áudio e vídeo (MPEG4, MPEG2, MPEG1, DivX, MP3, OGG, etc.), assim como lê DVDs, VCDs e vários protocolos de transmissão (streaming). Também tem a opção de ser usado como servidor para vídeos;

MPlayer: é um player de vídeo/áudio com o código-aberto que permite rodar seus vídeos favoritos sem necessitar instalar codecs na máquina. Ele pode rodar os formatos mais populares de áudio e vídeo, tais como: ASF, AVI, FLI, MPEG, MP3, OGG, OGM, PVA, RealMedia(RA, RMVB), ROQ, QuickTime(MOV, MP4), VOB, YUV4MPEG, WMA e WMV. Você poderá ver vídeos em VCD, SVCD, DVD, DivX, etc;

w32codes: Pacotão de codecs;

Miro: é um programa que tem por função baixar vídeos gratuitamente dos canais do Miro, do YouTube e de diversos outros serviços de vídeo.

hpodder: é um podcatcher, uma ferramenta para scan e download de podcasts;

skype: Dispensa comentários… se não sabe o que é “eat shit and die” ¬¬’

RecordMyDesktop: é um gravador de vídeos que interage com a área de trabalho. Assim que o software é ativado, ele irá gravar tudo (até o áudio) do que estiver sendo exibido em seu Desktop. Aplicativo com interface em linha de comando, grava os arquivos no formato Ogg Theora;

ardour: A multichannel digital audio workstation;

ffmpeg: codec;

ssh: acesso remoto via shell;

gnome-do: vide http://www.ubuntero.com.br/?p=439

wine: Emulador de windows;

dosbox & dosemu: Emuladores de ms-dos;

spetemu-x11: Emulador de 48k ZX Spectrum (jogos antigos, bem antigos de microprocessadores z80)

That´s all folks!

@Fabricio_IT

@ChokitoDoPoder

Blog Stats

  • 48,582 hits